8 de ago de 2013


São Paulo, 7 de agosto de 2013

O PRIMEIRO GRANDE PASSO

Participar do projeto “As Graças Circular Teatro, do Parque da Luz para o Brasil”, fruto do Prêmio Petrobras de Cultura 2011, está sendo uma experiência muito emocionante, digo isso porque após oito apresentações em São Paulo, no próprio Pq. da Luz, e mais seis por esse nosso Brasil (tão lindo, e que conheço tão pouco), duas em Goiânia-GO; duas em Planaltina-DF e duas em Palmas-TO, pude notar como o público se emociona diante do espetáculo.

Homens, mulheres e crianças aos poucos demonstram o que estão sentindo a cada cena do espetáculo, seja com uma longa risada, ou com lágrimas. Nesta proposta do teatro de rua fica nítido o rompimento entre as fronteiras do teatro convencional, onde cada um tem o seu espaço: palco (atores), e platéia (público).

Em um único lugar atrizes e público se misturam e cabe a elas (atrizes) conduzirem a platéia para cada cena. Mesmo sendo um espetáculo de rua “Marias da Luz” carrega consigo tamanha delicadeza e ludicidade que, em determinadas cenas, mesmo a céu aberto, temos a impressão de estarmos em uma sala fechada... mas na verdade estamos fechados pelo público, que como em uma arena cerca a cena, muitas vezes por completo, 360°, é incrível.

Até agora percorri o trajeto São Paulo-SP à Goiânia-GO, 916km; Goiânia-GO à Planaltina-DF, 248km; e Planaltina-DF até Palmas-TO, 825km, totalizando aproximadamente 1.989km, quase 2 mil quilômetros a bordo do nosso querido “Ônibus Azul”, um Mercedes Benz de 1960. Voltei à São Paulo, mais 1.777km, desta vez de avião, para respirar um pouco do ar da nossa famosa Avenida Paulista, matar saudade da mamãe, dos cachorros, lavar umas roupas e nesta sexta-feira, 9/8, embarco para Belém-PA pára continuar essa trupe.

Prestes a completar um terço das viagens só tenho que agradecer muito a oportunidade dada há anos, lá em 2003, de fazer parte desta equipe maravilhosa que a Cia Teatral As Graças reúne, agradecimentos especiais a Dani (Daniela Schitini), Eli (Eliana Bolanho), Ju (Juliana Gontijo ) e Vera Abbud, além de todos demais envolvidos neste projeto: André Carreira, Nereu Afonso, Daniel Maia, Carlos Ceiro e Rafael Leite.

Muita “merda” ainda vem por aí, até o próximo!!!

Tiago Passos Machado (Scooby)

Nenhum comentário:

Postar um comentário